19 junho 2002

Chama o ladrão, chama o ladrão!
O que mais me impressionou nessa história do grampo do telefone do Fernandinho Beira-Mar, que queria comprar mísseis iguais aos do Bin Laden, não foram os celulares na cadeia, as ameaças de morte e ou a conivência dos agentes. Isso tudo eu já vi e é mais ou menos esperado da atividade criminosa. Mas o que deixa estarrecido mesmo é essa frase de Beira-Mar ameaçando um inimigo que lhe devia dinheiro: "Vou botar o nome dele para ele ser preso, vou botar o nome do irmão dele para ir em cana para ele aprender a ser homem.". Ou seja: Beira-Mar também é capaz de expedir mandados de prisão, determinando quem deve ir para a cadeia. Como cantou Chico, chama o ladrão

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home