17 dezembro 2002


Empresários brasileiros estão vendendo muito neste Natal. Vendendo a casa, vendendo os carros, vendendo as empresas. Tudo para pagar o décimo terceiro dos funcionários. A coisa tá tão feia que recebi meu décimo terceiro e quase me joguei do décimo terceiro! O povo está dividido: metade acha que vai piorar, a outra metade acha que vai ficar pior. Dizem que a culpa é da alta do dólar. E o dólar, quando sobe, é igual ao meu bilau: só desce depois de foder todo mundo!
O chato é que eu estava querendo fazer a ceia de Natal. Queria comer Chester, aquela galinha de peito grande. Um chester é praticamente uma galinha siliconada! Na televisão, por exemplo, tá cheio de chester apresentando programa. Mas o Natal não é só uma data para consumir. É hora de sentar e refletir. Ou refletir e sentar, dependendo de suas preferências homossexuais. O Enéas, meu tio esquisitão, me chamou para passar o Natal numa sauna gay, dizendo que lá tem Peru para todo mundo. Não sei se vou. Dizem que, nesses lugares, para ganhar Peru, você tem que dar a sua rabanada!

Agamenor vai passar o Natal no Rio, onde tem presunto para todo mundo.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home